terça-feira, 22 de setembro de 2009

♪ I've Had the Time of My Life...♪

Amore, amores, amores! Domingo fiquei mega feliz! Estavamos nós Oxyloucos, no Oxychat do Oxydance (o melhor prg de flashback atualmente do radio...) quando quase no final do programa toca "I've had the time of my life!" Para o mundo. Eu quase morri.

Imagino eu que tenha tocado devido a morte do Swayze (uma pena por sinal, pq o cara era top, mas enfim...). Imagino que esse tenha sido o motivo porque é MUITODIFÍCIL tocar essa música.

Acho que eu a ouvi no radio umas 05 ou 06x no maximo! Sério.

Acontece que...EU NÃO SABIA o nome dela. Sabia que era o tema de "Dirty Dancing!" (claro.)

Eu como uma ex-bailarina e loucamente apaixonada pelos anos 80 conheço todos esses filmes de cor e salteado. Tanto que digo que "What a feeling (Flashdance)" é o tema/musica da minha vida - e não estou mentindo. Nem exagerando.

Descobrir o nome dela pra mim foi incrível. Me fez pensar como era a cena naquela época. Sim, os djs não tinham acesso aos nomes muito menos aos discos das musicas tão facil como é hoje. Tinham musicas que só determinados djs tinham, e só tocava naquela casa, naquela festa...E algumas pessoas íam lá só pra ouvi-la. Sim, existia exclusividade. E ERA LINDO.

Reparem neste clipe:

Reparem nessa interpretação de voz, na dança, no amor ao que se fazia...

Sim. As musicas, os filmes, os artistas - a cena em geral amava o que fazia - e não fazia por dinheiro, fazia por tesão. Por isso era tão incrível, tão lindo, tão perfeito...

E eu sou amargamente arrependida de não ter vivido isso. Se bem que...Sei não, acho que eu até possa ter vivido e reencarnado rápido. É inexplicavel, parece que tenho memórias...Sinto como se eu realmente tivesse vivido...

Bom, pra quem não conhecia essa música incrível que levou o Oscar de 1981 por "Melhor Canção Original", venceu também o Globo de Ouro daquele mesmo ano na mesma categoria, tal como o Independent Spirit Awards - desta vez como melhor filme! Ta aí: ♪ "I've had the time of my life!"♪

Vale a pena ouvir, ouvir denovo, denovo e denovo...E quem quiser ler a tradução Clique aqui. Se voce quiser baixar a música pode usar este link.

Garanto que vc não vai se arrepender. E se tiver um feeling mais apurado vai conseguir perceber toda a magia/vida e veracidade dessa musica e letra.

Agora, eu deixo uma pergunta "composta": Será que daqui 20 anos as crianças de hoje vão sentir saudades da "nossa época"?. Será que em 2030 quem tiver filho o filho vai dizer: "Pai/Mãe eu queria ter vivido na sua época" (como muitos de nós falamos hoje...). Será que vamos deixar essa história bonita que as gerações antigas nos deixaram? Sinceramente. Acho muito difícíl. Uma pena!

Beijos amores. Tenham uma ótima semana! =)

6 comentários:

Edson Nunes disse...

Tomara q meus netos ou filhos digam: Nossa velhão, sua época era foda!

Aline disse...

eu ouvi essa música hoje mesmo de manhã!
haha agora acho que tá na moda mesmo tocar essa música,com a morte do Swayze e tal,mas eu gosto da música,independentemente do filme!

mas é verdade mesmo essa sua última frase.Do jeito que as coisas estão,acho um pouco difícil das gerações futuras olharem pra trás e pensarem que foi uma época boa...mas,isso só descobriremos com o tempo né!

;*

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Anos 80 foi tudo de bom, vivi intensamente essa época, mas não sei se meu filho vai ter saudade da dele (que é esta atual), acho até que sim, pois será a única que ele conheceu né?
Bjobjo

Cida do Patrocinio disse...

Allyne, mais uma vez me orgulho de voce.Tem toda razão, as epócas passadas foram mesmo de ouro, inesqueciveis,jamais deixarão de estar em vários corações.Ter vivido nos anos 80, final dos 70 como foi meu caso, que comecei a conhecer músicas um pouco mais foi mesmo um sonho.Hoje olho para tráz e vejo como foi ótimo ter vivido cada instante daqueles tempos.As pessoas precisavam de dinheiro, igualzinho a hoje filha, mas não se vendiam por ele, nem matavam, nem se matavam por ele.Simplesmente cumpriam suas missões, faziam o que lhe era confiado e faziam tudo com muito amor, dedicação e carinho.As pessoas respeitavam a si próprias em primeiro lugar, por isso respeitavam as demais.Essa música é mesmo para ficar eternamente no coração e acompanhar nossa mente.Agora, se voce reencarnou rápido não posso afirmar, mas que viveu nas boas e grandes epócas das otimas músicas sim.E isso me deixa feliz.Cada dia mais creio em vidas passadas.Querida amiga e filha, as crianças daqui ha 30 anos poderão não ter muito o que lembrar dessa epóca atual que vivemos, eu torço por issso.Porem uma coisa te digo, elas irão lembrar e se orgulhar de pessoas especiais, assim como voce.Que fazem de tudo para que os que estão a sua volta vivam cada momento melhor.Tenho certeza, que voce Allyne Alves é e será sempre muito bem lembrada.Continue assim, fiel, verídica, autêntica, leal e sempre voce mesma.Faça sua parte.A Vida vai lhe recompensar.Aos demais o tempo se encarregará de tudo.Deus abençoe voce por tudo que faz pra mim.Vamos comemorar muito ainda grandes coisas na vida filha.Amo voce!!
Super beijosssss.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Allyne,

Acho que vão sentir a mesma vontade que a gente. Tudo nessa vida fica melhor com o passar do tempo e com eles não seria diferente.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Bill Falcão disse...

Também acho difícil, Allyne!
Não se vê grandes artistas por aí hoje. Eu, particularmente, gosto mesmo do som dos anos 50 e 60. Pergunta pra sua mãe, por exemplo, sobre uma música de 1966, de título "Aline", cantada pelo francês Christophe. Depois me diz se não foi dali que ela teve a ideia pro seu nome, mesmo modificado pra Allyne.
A época da discoteca (final dos anos 70/início dos 80) também nos deixou muita música boa, como a própria "What a Feeling", citada por você.
Bjoooooooo!!!!!!!!!!!