sexta-feira, 26 de junho de 2009

"It don't matter if you're black or white..." Michael, vá com Deus...



Quinta-feira, 25 de Junho de 2009. Um dia que o mundo jamais esquecerá. Morre, aos 50 anos Michael Jackson!

Ainda custo a crer. Como a maioria, cresci sobre a "Cultura Michael". Michael não era apenas o "Rei do Pop". Michael era revolucionário, era uma lenda viva.

O título do post se refere a minha musica predileta; "Black or White". Sou da era " Dangerous". Sou da ultima geração MJ.

Michael mudou não somente a história da música pop, ele mudou a história do mundo, mudou a história da musica negra, mudou a própria história.

Lembro-me que quando eu era criança e começei a ouvir rumores sobre MJ mais ou menos em 1995/1996 eu não acreditava quando diziam "ele era negro e ficou branco!". Naquela época, a Internet não era tão difundida e eu nunca tinha visto uma foto dele negro. Custei mesmo a acreditar, acho que vim acreditar mais ou menos com uns 09 ou 10 anos - 1999/2000...

Conforme fui crescendo e aprimorando minha veia e paixão musical, fui pesquisando, ouvindo músicas e vendo vídeos....A cada coisa que achava, ficava mais pasma, gostava ainda mais...Demorei para ver o clipe com o Olodum, da primeira vez que vi Thriller fiquei encantadíssima. Quando vi Black or White disse: "Esse é o cara!"

Nunca acreditei nas acusações, nunca me incomodaram as supostas doenças, nunca dei ouvidos as notícias que sempre considerei mentira.

MJ era e será eternamente uma estrela, mas não tinha brilho. Não tinha brilho nos olhos, era uma pessoa visivelmente triste. A mídia, relata apenas o que é vendavel, seja bom ou ruim. Poucas pessoas como eu, conseguem ver algumas coisas além da mídia. MJ, sempre levou a família nas costas, sofreu na infância, perdeu a infância e talvez tenha perdido a vida por pura pressão da mídia. Não tenho nada contra a mídia, muito pelo contrário - mas sim, é verdade a pressão é imensa.

A morte está cercada de muitos mistérios, muitas informações desencontradas. Eu estava em casa, e li a notícia por volta das 19 horas. NÃO ACREDITEI. Começei a pesquisar...CNN, NY Times e todos os jornais...Estranhei, porque apenas o L.A. Times tivera a fonte...Logo, acreditei apenas quando o médico legista se pronunciara por volta das 20:30. Foi um choque. Fiquei triste. Perdemos em primeiro lugar uma pessoa incrível, uma pessoa batalhadora, decidida, que buscava a perfeição em tudo que fazia...Em segundo, perdemos a ultima pessoa que realmente era interessante para a música mundial, perdemos o Rei do Pop, perdemos um revolucionário, perdemos o homem que fizera música negra tocar em rádios "brancas" numa época onde as duas etnias não se misturavam, perdemos um mito, perdemos uma vida...

A morte de Michael me faz acreditar ainda mais que só as pessoas boas se vão...Se vão, porque estão prontas pra ir e não porque Deus ou a Vida é injusta como algumas pessoas costumam dizer quando perdem alguém. Claro, ninguém está pronto para um momento desses, mas faz parte da vida...Acredito que Michael tenha morrido em paz, independente das circunstâncias...Acredito que agora, ele está num lugar melhor que nós, acredito que ele não gostaria de nos ver tristes....

Deixo aqui, meu desabafo - não posso chamar de homenagem, pois não tenho "história" para chamar isso de homenagem e sim um desabafo. 25 de junho, será para a musica o 11 de setembro para o mundo.

Onde você estava e o que fazia quando soube da morte de Michael Jackson?
Em casa, vendo novela e navegando na Internet.

Onde você estava em 11 de Setembro de 2001?
Tinha faltado no colégio, tinha 11 anos. Queria ver uma atração musical no Programa da Eliana, na Record. De repente, a programação fora interrompida e todas as TV's noticiavam o dia que mudaria o mundo para sempre.

"Não importa se você é preto ou branco - It don't matter if you're black or white"

Michael Jackson: 1958-2009. O mundo, jamais será o mesmo. Michael, vá com Deus.

7 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Allyne,

Linkei o seu blog também... adorei saber que é DJ, acho bacana demais essa profissão.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Cida do Patrocinio disse...

Allyne, a historia desse grande ser humano e artista, é eterna.Deus o chamou por estar prontos, por isso ele não sofreu para desencarnar dessa podridão que vivemos aqui na terra.Rodeados de pessoas falsas, aproveitadoras, veja que agora aparecem artistas que nem nunca ouvimos falar.Como me revoltei ontem a noite num conceituado programa de TV que em busca de audiência foi buscar artistas na feira, para falarem sobre Michael.Não tem nada, a vida é justa, e esses aproveitadores não vão se fazer em cima desse acontecimento.A História de Jackson é mesmo real, verdadeira, vivida intensamente por ele.
Quando criança, usou todo seu talento para realizar o (Sonho de seu pai).Eu me pergunto, será que Michael de verdade queria isso para a vida dele?Somente no dia final iremos saber.
Porem Allyne, ele igualmente voce, seguiu colocando sua familia em primeiro lugar.Ele daria sua vida pelos demais Jackson's,.Claro que talento musical ele trazia nas veias, porem como mãe que sou, continuo dizendo a voce, siga seu caminho, veja os seus sonhos.E se um dia voce for mãe, nunca escolha nada para seus filhos, oriente-os, opine, porem a decisão é deles.Michael era sim muito triste, mas somente nessa merda de vida material.Garanto pra voce filha, com toda firmeza e certeza que a alma dele era leve, prova disso é que não ficou rolando no hospital, cheio de tubos.Foi logo ao encontro dos amigos que o esperavam lá no outro plano.Michael era bom, era generoso Allyne, por isso erra porra de midia que temos hoje, onde atuam os claps,os baleiros, os fankeiros, enfim os merdeiros, os bosteiros da fossa abrem a boca para falar somente o que eles tem em seu interior.BOSTA!
Jamais vou acreditar em pedofilia por parte de Michael, o que creio é sim, que ele quis ajudar as crianças que tinha pais infelizes e incapacitados, e aproveitaram a atenção de Michael para lucrar dinheiro.Tudo que ele fazia para as crianças era para compensar o que ele não teve na infância.Esses bostas da midia atual, sufocante desumana não sabem o que é fome, surra, sede, frio, vergonha, humilhações, tudo que Michael passou.E o piorm não sabem quem é DEUS!Esse Deus, que talves mesmo Michael não o buscando tanto, para suportar e aproveitar mais tudo que Ele lhe deu, foi quem levou Michael para junto Dele.Allyne, estou triste, porem foi esse DEUS
quem tirou nosso Michael desse meio tão podre.Que o livrou de coisas mais sérias que viriam e quem sabe seriam piores para Michael.
Nos tempos em que ele passou pelos piores momentos financeiros e humilhantes de sua vida não tinha nenhuma Pop Star chorando e se acabando o dia todo.Agora, tudo vale para a superpromoção.Bem, vou ficar por aqui.Senão vou presa.Michael Jackson -um exemplo de vida, de superação, e para reflexão de nosso controle de vida.Sempre amarei voce.
Esteja com Deus.

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu post Allyne, muito bom.
Beijos pra vc
beijos em vc.
Maurizio

Aline disse...

relamente ele foi o maior artista,não só do pop,mas de toda a música.
Apesar dele não ter gravado nada nestes últimos anos,todos os ótimos discos dos anos 80 e 90 já valem pra tornar ele um ícone da indústria do entretenimento
vai fazer falta!


R.I.P



;**

EXAGERADO disse...

Oi,linda

Sim...concordo..o Cara era grande!mas,a mídia já pode parar,nénão??Ficam faturando em cima da morte do ídolo!Deixem que ele descanse!


Beijo grande

Dri Viaro disse...

Bom dia, hoje estou na correria básica de segunda por isso só passei rapidinho pra desejar uma semana abençoada

bjssss

Fátima disse...

Não posso passar sem comentar. De tanto que se escreveu, de tantos posts que li sobre a morte do MJ confesso que o seu me tocou, pela verdade das palavras, pelo sentimento com que foram ditas. Lindo texto e bela homenagem.
Beijos e parabéns pelo blog